O desafio de diagnosticar doenças auto-imunes

Os quadros clínicos de indivíduos com doenças auto-imunes são muito variados. Associado a uma falta de conhecimento e consciência geral desta categoria de doenças, este facto cria a necessidade de melhor apoio ao diagnóstico. As análises ao sangue podem responder a essa necessidade.

As doenças auto-imunes continuam a ser das menos compreendidas e menos reconhecidas de todas as categorias de doenças. A nível individual, as doenças auto-imunes não são muito comuns, à excepção da doença da tiróide, da artrite reumatóide e da doença celíaca. No entanto, em conjunto, representam a quarta maior causa de incapacidade na Europa e nos Estados Unidos.

Os sintomas são muito variados, não só de umas doenças para as outras, como também na mesma doença. E, uma vez que as doenças afectam vários sistemas do organismo, os seus sintomas podem ser enganadores, dificultando o diagnóstico correcto.

Para ajudar as pessoas a viver mais tempo e com mais saúde é necessário compreender melhor estas doenças, bem como obter um diagnóstico e tratamento precoces. Ferramentas de diagnóstico fiáveis, como por exemplo uma análise ao sangue EliA, apoiam um diagnóstico precoce e exacto.